Agora ...

com o Programa ...

REGISTRE-SEÁREA DO USUÁRIO

QUAL O SEU NICK NO HABBO?

DIGITE SUA SENHA

Esqueceu sua senha?  -  Manter-me conectado  

QUAL O NICK NO HABBO?

CSI-OT-OFC

Estado: ...

Cargo Atual: ...

Data de Aniversário: ...

Último Treinamento:

...

Data de Registro: ...

Último Acesso: ...

Últimas Medalhas

REGISTRE-SE NO SITE

QUAL O SEU NICK NO HABBO?

DIGITE SEU EMAIL

DIGITE SUA SENHA

DATA DE ANIVERSÁRIO

Coloque o código em sua missão: CSI-OT49

[DINV] Tutorial - Sendo um Instrutor de Excelência
Postado por Liptte dia 23/12/2018 às 10:58

Créditos: Thenes.
Atualização: Liptte
Atualizado em: 23/12/2018
Detalhes da atualização: Revisão geral e adaptação ao site.

-------------------------------------------------------------------------------------------

Tutorial - Sendo um Instrutor de Excelência

Dentre todo o funcionamento do Departamento de Investigação, existem aqueles que ensinam, acompanham, instruem, e formam membros com total capacidade para exercer funções, bem como pautados no princípio que rege o Departamento, sendo a conduta, ética, segurança, Habbo Etiqueta e a boa jogabilidade aos usuários Habbianos. O Instrutor exerce o dito em função única: treinar. Neste tópico será apresentado características para alcançar tornar-se um exímio Instrutor.
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

1. Tenha conhecimento daquilo que ensina: um bom profissional, antes de pregar os conceitos a outros, estuda a fundo tudo aquilo que engloba os ensinos e saberes básicos que irá repassar a outrem. Investigar aquilo que deseja externar, além de enriquecer seu conhecimento, aumenta sua segurança no ato de transmitir conhecimento, dado que quando oficiais tiverem dúvidas, você terá uma globalização generalizada de conteúdos sobre o assunto em questão. No ato de aprender, os oficiais dois (02) aspectos:

1.1. Escrita: Alunos espelham-se naqueles que os ensinam; uma frase pregada e comprovada praticamente é: “eles seguem seus atos bem mais que suas palavras.” Indica que ao pregar sobre ortografia ou funções, há olhares críticos e observadores quanto à forma que repassa tais;
1.2. Princípios Morais: Sua ética, sua conduta, sua disciplina e sua moral é aquilo que também não passa despercebido. Pregar respeito sem respeitar é ir contra aquilo que diz, gerando desconfiança nas informações que repassar - mesmo que estas sejam verdadeiras. 

2. Ganhe a confiança dos alunos: Além de seguir os preceitos acima, a confiança é algo adquirida em período indeterminado, mas nos estudos tidos sobre como influenciar pessoas há alguns caminhos para chegar à confiança. Relação:

2.1. Seja um autêntico ouvinte: Nas pausas do treinamento, não aproveite-as somente para confirmar o acompanhamento do oficial (respostas como sim ou não); crie situações e momentos para que eles comentem as próprias visões sobre o assunto em vigor. As pessoas almejam serem ouvidas e terem o ponto de vista aceito, todavia, nem sempre ao externarem o ponto de vista, elas estarão seguindo aquilo que nossa polícia prega, e, é nessa área que atua o “como conquistar pessoas pelo modo de pensar da empresa.” Para isso, faz-se uso dos conteúdos listados no “tópico 1”; use dos estudos e conhecimentos tidos para que vejam a forma correta de racionar. E lembre-se, sem discussões!;
2.2. Seja preciso nos comentários que fizer: tenha eficiência (ensinar por bons meios) para alcançar a eficácia (bons fins);
2.3. Tenha personalidade: A autoridade máxima na sala é você, portanto faça uso da autonomia lhe dada e jamais deixe quaisquer situações sair do controle.
2.3.3. Abuso de poder é terminantemente proibido.
2.4. Siga à risca os conteúdos do roteiro: Mesmo que o aluno conheça o ensino, é terminantemente proibido que conteúdos sejam 

3. Atente-se aos detalhes: Alunos em silêncio no momento de diálogo ou até mesmo com sinal de ausência (zZz) indicam que algo no treinamento está fora do processo. Para evitar isso, é fazendo um treinamento participativo (sem prender-se somente ao roteiro), menos robótico (não enviar falas como se estivesse fugindo de algo) e mais dinâmico (crie situações reais sobre aquilo que está ensinando; faça a relação entre a teoria e a prática);

4. Atribua importância ao teste prático: Tal etapa do treinamento não é somente para “cumprir tabela”, e sim para ter certeza do procedimento básico da função - varia conforme o treino aplicado. Alunos que não tem bom rendimento no treino e no teste prático NÃO devem ser aprovados.

4.1. Aprovação: Alunos com bom rendimento, comportamento e com domínio básico são aprovados;
4.1.1. Membros aprovados devem ser registrados no tópico; em casos de não execução desta etapa, o Instrutor está cabível as punições.
4.2. Reprovação: Alunos que não tem bom rendimento no treino e no teste prático NÃO devem ser aprovados.

5. Acompanhamento: Com oficiais aprovados, significa que compreenderam o embasamento/conteúdo teórico, no entanto, a prática difere-se em muitos pontos. É nessa questão que adentra o acompanhar; fazer-se presente ao treinado para esclarecer as primeiras dúvidas, deixar as primeiras orientações e motivá-lo no processo, provocando engajamento e gerando resultados. 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Para que resultados sobre o conteúdo apareçam, faz-se necessário que estes sejam colocados em prática.

Publicidade
Faça um comentário
Olá, usuário! Faça o login em nosso site para comentar esta informação.
Comentários
Nossa! Como Isso Me ajudou! Em Breve serei Instrutor..
Comentado por luann2868 dia 15/10/2019 às 01:42
1